sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Suspeito de corrupção, presidente da Alemanha renuncia

O presidente da Alemanha, Christian Wulff, renunciou ao cargo na manha desta sexta-feira, em meio a acusações de envolvimento em um escândalo de corrupção. O político é suspeito de ter aceito recompensa em dinheiro por um suposto favorecimento do produtor cinematográfico David Groenewold com uma concessão de empréstimo no valor de 1 milhão de euros pelo governo da Baixa Saxônia, presidido por Wulff na época. Um ano após a liberação dos recursos, em 2007, Groenewold e Wulff passaram férias juntos na exclusiva ilha alemã de Sylt, com tudo pago pelo primeiro. O presidente alega que recompensou o produtor, que é seu amigo pessoal, em espécie. Sob pressão da imprensa e da oposição, Wulff anunciou a sua renuncia nesta manhã. De acordo com a mídia alemã, o fato é sem precedentes na história da Alemanha pós-Segunda Guerra Mundial. (Exame)

0 comentários:

Postar um comentário