sexta-feira, 23 de março de 2012

Ministro da Justiça pede auditoria em contratos com empresas investigadas


O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, pediu nesta terça-feira que a Controladoria-Geral da União (CGU) faça uma auditoria em 155 contratos, com valor total de cerca de R$ 1,771 milhão, que órgãos subordinados da pasta fecharam, entre 2009 e 2011, com empresas investigadas por fraudes e corrupção denunciadas pelo Fantástico no domingo. A informação foi repassada pela pasta. Na reportagem, o repórter Eduardo Faustini se passou por gestor de compras e registrou donos de empresas oferecendo propina para fraudar licitações em um hospital no Rio. A PF abriu quatro inquéritos para investigar as quatro empresas envolvidas: Locanty Soluções e Qualidade, Bella Vista Refeições Industriais, Rufolo Empresa de Serviços Técnicos e Construções e a Toesa Service. Leia mais no G1.
Carlos Oliveira e Tahiane Stochero, G1
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom

0 comentários:

Postar um comentário