segunda-feira, 26 de março de 2012

Que revolução que nada!!!!!

Vi e ouvi através de redes sociais um Cineasta Brasileiro conclamando as pessoas a se pronunciarem contra a tentativa de alguns de comemorar o dia da “Revolução de 64”, Acho que esse assunto já deu o que tinha que dar e o que é preciso é, uma tomada de posição da sociedade para de uma vez por todas colocar os pingos nos is. Ora! Sabemos muito bem que uma revolução quem faz é o povo e que em 64 não passou de um “Golpe Militar” com a desculpa de defender o povo brasileiro de supostos comunistas que queria transformar o país com o então regime socialista Soviético.
O que se viu na realidade, foi Militares sequiosos de poder tomar de assalto a nação e colocar seu povo refém de um regime autoritário e sanguinário que usava o poderio Militar contra seu próprio povo, com a desculpa de atuarem em seu benefício. Quase quarenta anos de terror, manipulação de opinião pública, censura e prisões arbitrárias. Centenas de políticos, artistas e cidadãos exilados ou desaparecidos, centenas (???) de assassinatos e milhões de vidas alteradas para sempre.
Personagens importantes da nossa política, as e da sociedade civil como um todo, desapareceram e muitos até hoje ninguém sabe o paradeiro inclusive aqui de nossa cidade, que prefiro não citar nomes para não esquece algum e cometer uma injustiça..
Atrasamos o nosso desenvolvimento em 40 anos de desmandos e corrupção, com personagens que até hoje causam temor em quem viveu aqueles tempos negros.
O que queremos então com relação a esse assunto¿ Será que não temos pulso para mostrar de uma vez por todas a determinados setores da nossa sociedade qual a nossa posição e opinião e acabar de vez com qualquer dúvida sobre o assunto¿
Então meu amigo minha amiga, na próxima quinta feira dia 29 de março, manifeste-se (facebock, twitter, Orkut), e diga não ao apelido de “Revolução” que colocaram naquele golpe de Estado que feriu mortalmente a nossa democracia, onde militares brasileiros orquestrados por americanos promoveram o maior violência contra o seu povo e hoje querem apelidar de Revolução.
Revolução quem faz é o povo.
Por: Claudio Cesar        

0 comentários:

Postar um comentário